Resenha da Letícia

Lercomaleh

 "Vinte e Duas Cartas" é um romance bastante intrigante. Tilda parece sempre estar em busca de algo e muitas vezes se pergunta se no final valerá a pena. Ou melhor, nós nos perguntamos. No decorrer é extremamente difícil ler as angústias, incertezas e medos de Tilda, mas assim como ela persiste em encontrar o motivo de tudo a gente se vê presa a tentar entender junto dela tudo o que aconteceu no seu passado e no que está acontecendo com seu presente.

Jorge é o suposto nome de um pescador que ela conheceu no passado, o livro vai começar a partir daí, ela contando sua história para um amigo, dizendo o quanto esse tal Jorge foi importante no seu passado e que agora depois de anos resolveu enfim desvendar o enigma da bússola.

No início de cada capítulo temos uma ilustração feita pela própria autora, o que deixa o livro ainda mais interessante. Tilda passa por vários lugares durante sua viajem em busca de respostas. Uma delas é em Lisboa, um dia quero conhecer, também Rio grande quem sabe. A autora também cita também o Rio de Janeiro, Salvador, França e Holanda, Ufa rs'. Lugares incríveis e cada cidade e estado que é mencionado tem o porque e sua história. Simmmm Tilda conta a história de cada lugar e eu fiquei realmente impressionada com as histórias e em como a autora soube mesclar tudo sem ficar cansativo e sim curioso, ao criar seu livro ela deve ter pesquisado bastante.

Em vários momentos a principal pensa estar ficando louca pois descobre que seus sonhos parecem ser mais reais do que imaginaria ser e que os velhos senhores que encontra por acaso nas cidades por onde passa podem não ser tão ''coincidência'' assim já que ao reparar um pouco mais eles tem a mesma aparência, fora uma senhora que fica fugindo dela sem parar de repetir o quanto isso é engraçado.

Não posto fechar essa resenha sem falar do fofo e lindo Vincent, gente ele é um amor, quero ele pra mim! Fofo, inteligente e lindo (eu o imagino lindo rs') sempre paciente e compreensivo em relação a Tilda, quem não quer um homem assim?!